NOTÍCIAS
ASSISTA A CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO DOS VENCEDORES DO 7º BIFF
27 de ABRIL de 2020

Corpus Christi’, da Polônia, foi o grande vencedor da mostra competitiva pelo Júri Oficial; Encantado, o Brasil em Desencanto levou prêmio pelo júri popular e júri do BIFF JÚNIOR premia o italiano ‘Copperman - Um Herói Especial’, que fez estreia mundial no festival.


Terminou no domingo, 26 de abril, a primeira edição online do mais importante festival internacional de cinema da região central do Brasil. O 7º BIFF – BRASILIA INTERNATIONAL FILM FESTIVAL, pioneiro na realização virtual de mostras competitivas no Brasil, foi um grande sucesso, com mais de 50 mil acessos e mais de 800 mil visualizações através das mídias sociais. O festival premiou filmes de nacionalidades como Polônia, Itália e França. Uma grande festa do cinema, com direito a votação oficial, voto popular, Prêmio da Crítica, menção honrosa e um grande elenco de filmes inéditos, como “Anna Karina, para você lembrar”, de Dennis Berry, e “Liberté”, a mais recente produção do espanhol Albert Serra.

Em tempos de isolamento social, a possibilidade de assistir gratuitamente e no conforto de casa a filmes inéditos tão diversos e com tanta qualidade representou um marco definitivo para o universo de festivais de cinema no Brasil, como declara Anna Karina de Carvalho, diretora do BIFF: “Foi um enorme desafio, que concluímos com sucesso, chegando a milhares de casas por todo o Brasil. Isso não tem preço! Cada negociação com cada distribuidor e realizador não foi em vão. Porque eles mesmos viram a potência que é chegar em todo Brasil, num momento em que as pessoas mais precisam de conteúdo em casa”. A atriz, diretora e produtora Bárbara Paz, que presidiu o Júri Oficial do festival, reforça: “O cinema respirando por todos os lados. O BIFF foi importantíssimo para saber que a arte - o cinema - está nos ajudando a passar por essa pandemia, nos abraçando com suas histórias. O primeiro festival de cinema virtual no Brasil a gente nunca esquece. Foi incrível! Me fez viajar por vários países sem sair de casa, conhecer mais um pedaço do mundo.”

O BIFF exibiu oito títulos na mostra competitiva, quatro na mostra Grandes Pré-Estreias, dois na especial Spotlight Brasília, seis no inédito BIFF JÚNIOR (também de caráter competitivo), um filme de abertura e cinco títulos na mostra especial em homenagem ao ator Kirk Douglas. Todos oferecidos de forma gratuita a quem acessou o site do festival www.biffestival.com – com suporte da plataforma Looke. Além de assistir aos títulos inéditos, o espectador indicou o filme vencedor pelo Júri Popular, que receberá o prêmio no valor de R$ 10.000,00.

Um Júri Oficial, composto por Miguel Barbieri (crítico de cinema) e Sabrina Fidalgo (cineasta, roteirista, atriz e produtora), além se Bárbara Paz, escolheu o filme vencedor da Mostra Competitiva, que também receberá o prêmio de R$ 10.000,00. Coube ao crítico e professor Pablo Gonçalo eleger o título vencedor do Prêmio José Carlos Avellar. E um grupo de crianças e adolescentes convidados compôs o Júri do BIFF JÚNIOR: Luiz Guilherme Tomasi Soares, 17 anos; João Gabriel Ribeiro, 15 anos; Ana Neri, 16 anos; e Claysa Nunes, 16 anos. O BIFF teve direção geral e curadoria da jornalista, produtora e cineasta Anna Karina de Carvalho.

OS VENCEDORES

Melhor Filme da Mostra Competitiva - Júri Oficial: Corpus Christi, de Jan Komasa (Polônia)
Melhor Filme da Mostra Competitiva - Júri Popular: Encantado, o Brasil em Desencanto, de Filipe Galvon (França)
Melhor Filme da Mostra Competitiva - Prêmio Da Crítica José Carlos Avellar: Corpus Christi, de Jan Komasa (Polônia)
Menção Honrosa do Juri Oficial: Mapa dos Sonhos Latinoamenicanos, Martín Weber (Argentina, México, Noruega)

Melhor Filme BIFF JR - Júri do BIFF JR: Copperman - Um Herói Especial, de Eros Puglielli (Itália)
Menção Honrosa do Júri BIFF JR: Ana, de Charles McDougall (EUA/ Porto Rico) e Peixonauta: o Filme, de Célia Catunda, Kiko Mistrogiro e Rodrigo Eba (Brasil)


Os oito títulos da Mostra Competitiva foram selecionados por uma curadoria que, além de Anna Karina de Carvalho, incluiu o jornalista e crítico de cinema Pedro Butcher, a produtora e criadora da distribuidora Fênix Filmes Priscila Miranda e o cineasta e repórter Marcio de Andrade. A curadoria do BIFF JÚNIOR foi formada por Anna Karina de Carvalho e Luciana Druzina, CEO da Druzina Content.



O 7º BIFF contou com o patrocínio da empresa Encripta e do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do Governo do Distrito Federal; apoio cultural da Rede Globo, Canal Brasil, XYZdesign, Druzina Content, Fênix Filmes, Embaixada da França e Ligocki Entretenimento. Parceiro oficial: Sesc.
ANTERIORES MAIS NOTÍCIAS
+